05/12/2016

Eleições

Eleições e fedelhice democrática

Nos últimos tempos, desassisadamente, a base mais elementar da democracia que é firmada no voto popular através de eleições livres tem sido objeto dos mais variados sentimentos de repulsa e medos paranoicos que nem a “ronca” de infância consegue suplantar. Em sistemas verdadeiramente democráticos, de gente crescida, eleições e referendos só podem ser vistos como momentos altos de dignidade e brio na expressão popular, pois aí, os povos, cada uma das pessoas com liberdade escolhe de acordo com as suas preferências e convicções, certas ou erradas dependendo de distintos pontos de vista; ou simplesmente não vota por qualquer discordância e não votando, excetuando o desinteresse, de igual modo expressa opiniões. “… democratas” que assim não julgam ou que se assustam com eleições não passam de uma fedelhice democrática.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Faça o seu comentário ou sugestão...